Psiquiatra ou psicólogo? Essa é uma dúvida de 10 em cada 10 pacientes. Pesquisando na internet o tema “diferenças entre psiquiatria e psicologia”, acabei encontrando algumas percepções erradas sobre o assunto. Seguem alguns mitos sobre as duas profissões:

“O psiquiatra trata casos graves de doença mental. O psicólogo trata casos leves e moderados de doença mental”

Psiquiatras podem tratar casos leves, moderados e graves.

Psicólogos também podem tratar casos leves, moderados e graves.

“O psiquiatra trata com remédios. O psicólogo trata com terapia”

Não é bem o meu caso, mas alguns psiquiatras trabalham atuando nas duas áreas: terapia e prescrição de medicamentos.

O psicólogo atua somente na terapia.

Agora que você já sabe que alguns psiquiatras também trabalham com terapia, vai perceber que o verdadeiro dilema é a escolha da modalidade de tratamento. Então vamos recomeçar e mudar o título do texto:

Terapia ou Medicamentos: qual o melhor tratamento para o meu caso?

Simplificando, podemos dizer que o tratamento com remédios se restringe aos casos de doença mental. Já a terapia tem um campo de atuação bem mais amplo. Pessoas que estão enfrentando uma fase difícil poderão se beneficiar da terapia. Vou facilitar com alguns exemplos:

Exemplo 1. O Senhor Y está passando por uma fase difícil no relacionamento. Senhor Y consegue trabalhar todos os dias, mas já não é mais o mesmo. Resolveu então procurar por uma psiquiatra. A psiquiatra do Senhor Y fez diversas perguntas sobre o quadro. Ao final da consulta ela disse que o Senhor Y está em sofrimento, mas não preenche critérios para as doenças mentais. Senhor Y saiu do consultório com uma indicação de psicólogo.

Exemplo 2. O Senhor Z está passando por uma fase difícil no relacionamento. Senhor Z consegue trabalhar todos os dias, mas já não é mais o mesmo. Resolveu então procurar por uma psiquiatra. A psiquiatra do Senhor Z fez diversas perguntas sobre o quadro. Ao final da consulta ela disse que o Senhor Z tem depressão. Senhor Z saiu do consultório com uma receita médica e uma indicação de psicólogo.

Se você está enfrentando uma fase difícil ou deseja resolver algum conflito, procure a terapia.

Se você tem depressão, ansiedade, esquizofrenia, crises de pânico, dependência de álcool, insônia, déficit de atenção (TDAH), transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) ou qualquer outra doença mental procure o tratamento medicamentoso e também a terapia.

Vou deixar um resumo sobre o que a gente conversou.

Você deve procurar o tratamento medicamentoso:

  • Se você não sabe o que tem, mas está em sofrimento
  • Se você tem uma doença mental leve
  • Se você tem uma doença mental moderada
  • Se você tem uma doença mental grave

Você deve procurar a terapia:

  • Se você não sabe o que tem, mas está em sofrimento
  • Se você tem uma doença mental leve
  • Se você tem uma doença mental moderada
  • Se você tem uma doença mental grave
  • Se você não tem doença mental, mas está enfrentando uma fase difícil
  • Se você não tem doença mental, mas precisa de ajuda para resolução de um conflito

Ficou alguma dúvida sobre o fantástico mundo da saúde mental? Em nosso site, há um texto sobre o que você precisa saber antes de consultar um psiquiatra. 

error: Conteúdo protegido!!